Parabéns, Itabaiana! - Blog do Noventa
299
post-template-default,single,single-post,postid-299,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,qode_grid_1300,side_area_uncovered_from_content,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Parabéns, Itabaiana!

Aproveito a oportunidade desta data para homenagear Itabaiana, município situado na região central de Sergipe, que, no dia 28 de agosto, comemora seus 131 anos de emancipação política.
Dirijo especial cumprimento a seus quase 94 mil habitantes, bem como a seu prefeito, Valmir dos Santos Costa, pelo excelente trabalho que vem realizando. Essa boa atuação é comprovada pela Junta Comercial do Estado de Sergipe, cujos registros demonstram que Itabaiana alcançou a segunda posição no ranking estadual dos municípios com o maior número de empresas abertas neste ano.
Tal desempenho se deve à confiança dos investidores na administração municipal, que tem estimulado um ambiente favorável aos negócios e promovido diversas obras, visando o desenvolvimento local. Além disso, o compromisso do prefeito com o pagamento em dia do funcionalismo constitui fator de dinamização do mercado consumidor e de estabilidade econômica, levando-se em conta que a Prefeitura é o maior empregador de Itabaiana.
Parabéns, portanto, ao Prefeito Valmir e aos demais itabaianenses, por se empenharem na construção dessa cidade pujante e em permanente crescimento. E, o que é mais notável, por fazerem isso respeitando a história, a religiosidade, a vocação para o comércio e a tradição de luta do povo de Itabaiana.
Essa história começou no século XVI, quando o lugar onde hoje se localiza a sede do município ainda era conhecido como a caatinga de Ayres da Rocha. Seu proprietário, o padre Sebastião Pedroso de Goés, vendeu o sítio para a irmandade das almas de Itabaiana, com a condição de ali ser edificada uma igreja em louvor de Santo Antônio.
Como curiosidade, convém ressaltar que a instituição da irmandade das almas é a mais antiga ainda existente no Brasil, e que a festa de Santo Antônio representa um dos pontos altos do acervo cultural itabaianense. Essa festa oferece um valioso exemplo de fidelidade às raízes, ao combinar manifestações populares e sagradas, presentes já desde o início da povoação.
Após a construção da igreja, o lugar passou à condição de sede da vila, e a população foi crescendo e diversificando as atividades. Dada a sua posição central, no entroncamento de rotas, Itabaiana sempre desempenhou papel de intermediação entre Aracaju e o sertão do Estado, sendo hoje o maior núcleo comercial do interior sergipano.
Não por acaso, grande parte de sua renda vem dos fretes rodoviários, o que levou a cidade a ser chamada de Capital Nacional do Caminhão e a abrigar a Festa do Caminhoneiro, com shows artísticos, brincadeiras e desfiles. A importância do comércio na vida do município também pode ser avaliada pela realização de grande feira livre aos sábados e às quartas-feiras, em um espaço de mais de 20 mil metros quadrados, ao redor do qual se concentra mais da metade dos estabelecimentos lojistas de Itabaiana.
Reitero, portanto, os meus cumprimentos ao Prefeito Valmir dos Santos Costa e ao povo de Itabaiana, pelos 131 anos de emancipação política e pelo esforço em conciliar o desenvolvimento local com as mais caras tradições culturais.
Valdevan Noventa
Deputado Federal (PSC-SE)
No Comments

Post A Comment